Material sobre Cultura Livre – Wu Ming

Atendendo a pedidos da galera que tem coragem de vir e ler esse blog, começarei a colocar alguns materiais de referência para quem deseja se aprofundar – ou até começar a conhecer, por que não? – as teorias e práticas da Cultura Livre e Cibercultura.
Mas não falarei nesse primeiro post sobre Lessing e seu Cultura Livre. Vamos começar por um pessoal um tanto mais contraventor, que se utiliza das práticas que emergem com o crescimento e maturação do ciberespaço como instrumentos de contestação estético-artística.


O coletivo Wu Ming é um grupo de ativistas europeus que trabalham com as possibilidades do copyleft desde a metade dos anos 90. Surgiram antes do Creative Commons e após o Software Livre, portanto.

Os membros do Wu Ming utilizam pseudônimos (Wu Ming 1, Wu Ming 2, até Wu Ming 5) e desenvolvem trabalhos teóricos sobre o tema, além de vários romances que seguem os preceitos do copyleft, como Q e 54.

Dentre os trabalhos teóricos, o livreto “Copyright e Maremoto”, em uma versão digital da coletânea Baderna, serve como iniciação tanto ao trabalho do grupo quanto às idéias do copyleft. Em um texto curto e direto, o coletivo desvela quem ganha com o conhecimento preso e aponta que o “Maremoto” formado pelas tecnologias de comunicação é irremediável e irá tragar todo mundo que se colocar em seu caminho.

“Hoje em dia, muitas coisas estão mudando para melhor no que diz
respeito à reapropriação, ou melhor, “de-propriação” da cultura. Violação
de direitos autorais, pirataria de CDs, violação de DVDs, trocas de P2P,
socialização de MP3s, OCRs, plunderphonics, software livre… Há um
levantamento geral, galões de suor frio estão escorrendo pelos corpos dos
patrões. As instituições da propriedade intelectual estão caindo em
pedaços, as pessoas estão detonando-as. É um maravilhoso processo
popular, e está mais próximo do socialismo do que a China jamais esteve.”
– Wu Ming 1

Conheça mais sobre a “Revolução sem Rosto”:

  • Baixe o livro Copyright e Maremoto;
  • Visite o site do Coletivo Wu Ming;
  • Confira todos os livros do coletivo disponíveis para download.

1 comentário em “Material sobre Cultura Livre – Wu Ming”

  1. Foi uma esplêndida coincidência! Mas é claro que o seu é sempre mais elaborado do que o meu. É que tu tem um jeito bom de explicar as coisas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *