Chamada para Trabalhos: 7° Encontro Internacional de Arte e Tecnologia

Realizar-se-á entre primeiro e quatro de outubro, no Museu Nacional Esplanada dos Ministérios, Brasília, o 7º Encontro Internacional de Arte e Tecnologia, com o tema para compreender o momento atual e pensar o contexto futuro da arte.

O evento é organizado pelo pessoal do programa de Pós-graduação em Arte, da linha Arte e Tecnologia do Instituto de Artes da Universidade de Brasília. Na oportunidade diversos pesquisadores-artistas brasileiros e estrangeiros trocarão experiências e vivências acerca do tema.

E para quem quiser enviar algum trabalho, estão abertas as submissões. As obras (ou artigos) devem versar sobre os seguintes temas:

T 1 – Interatividade e sistemas
T 2 – Interator – interatividade
T 3 – Paradigmas estéticos da arte computacional
T 4 – Bioart
T 5 – Cibercultura e ciberativismo
T 6 – Dispositivos não convencionais de interação
T 7 – Arte, educação e tecnologia
T 8 – Espaço urbano, arte e mídias locativas
T 9 – Poéticas digitais
T 10 – Interação: Cinema e TV digital

E o envio é até o dia 2 de julho para suzetev@unb.br e fburgos@unb.br.

Informe-se mais aqui.

Marcações:

1 comentário em “Chamada para Trabalhos: 7° Encontro Internacional de Arte e Tecnologia”

  1. Dou a maior força para esse tipo de intercâmbio. E você, atua em que área das artes? Fui arquiteta mas não era louca pela prancheta.

    Vi meu primo Hélio Oiticica duas vezes. A primeira nem cheguei perto. Eu tinha 18 anos e ele se apresentava com o gtupo do Bressane, e os outros dois, sobre o cinema maldto. Isto foi no MAM em 1970.

    A segunda vez foi em um show pela anistia que meu grupo político promoveu. Caetano e Fagner cantaram para a campanha de “anistia, ample, geral e irrestrita.” O show foi num cirquinho ao lado da PUC_RJ. Fui contar pro Caetano que meu primo era o Hélio e o Hélio estava lá.

    Desta vez conversamos muito. Ele havia acabado de voltar das Alagoas. Fiquei de visitá-lo mas pouco epois ele teve um derrame e morreu nas mãos dos médicos que queriam salvá-lo a todas custas.

    Boa sorte com o blog, volte sempre, e um grande abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.