Filipe Saraiva's blog

Tecnologia, sociedade e política.

Meu QtCon + Akademy 2016

without comments

De 31 de agosto à 10 de setembro estive em Berlim participando de duas fantásticas conferências: QtCon e Akademy.

QtCon reuniu cinco diferentes comunidades para que elas realizassem suas respectivas conferências em um mesmo tempo e espaço, criando assim um grande e diversificado evento. As comunidades participantes foram o Qt, KDAB, KDE (celebrando seu aniversário de 20 anos), VLC e FSFE (ambas comemorando 15 anos de atividades).

bcc

Principal sala de conferência do QtCon no bcc

Esta diversidade de temas foi uma interessante característica do QtCon. Realmente gostei muito de assistir apresentações de pessoas do Qt e KDAB, e também fiquei surpreso com os temas relacionados à comunidade do VLC. Os avançados aspectos técnicos de apresentações sobre Qt em mobile, Qt em IoT (incluindo carros autônomos), o futuro do Qt, Qt + Python, como contribuir para o Qt, e mais, chamaram minha atenção durante a conferência.

Sobre o VLC eu fui surpreendido pelo tamanho da comunidade. Nunca imaginei que o VLC teria tantos desenvolvedores… de fato, nunca pensei que a VideoLAN na verdade é um guarda-chuva para vários projetos relacionados com multimídia, como codecs, ferramentas de streaming, ports do VLC para dispositivos específicos (incluindo carros via Android Auto), e mais. Apreciei bastante encontrar este pessoal e assistir às suas apresentações.

Estava na expectativa que o VLC 3.0 fosse lançado durante a QtCon, mas infelizmente isto não ocorreu. É claro, o time de desenvolvedores está melhorando este novo release, e quando ele estiver finalizado terei um VLC para utilizar junto com meu Chromecast. Portanto, mantenham o bom trabalho cabeças de cone!

As apresentações da FSFE foram interessantes também. No Brasil é comum termos palestras sobre os aspectos políticos e filosóficos do software livre em conferências como o FISL e Latinoware. Na QtCon, FSFE trouxe este tipo de apresentação no “estilo europeu”: algumas vezes as apresentações pareciam ser um pouco mais pragmáticas em suas abordagens. Outras apresentações da FSFE falaram sobre a infraestrutura e aspectos organizacionais da fundação, uma visão geral interessante para compararmos com outros grupos como a ASL.org no Brasil.

E claro, também tivemos várias apresentações dos nossos companheiros cabeças de engrenagens. Destaco as palestras sobre a história do KDE, as novidades do Plasma, o estado do Plasma Mobile, KF5 no Android, a experiência do Minuet no mundo mobile, entre outras.

O anúncio da KDE Store foi uma novidade interessante e espero que ela trará mais atenção para o ecossistema do KDE quando pacotes multidistros (snap/flat/etc) estiverem disponíveis na loja.

Outro software que chamou minha atenção foi o Peruse, um leitor de quadrinhos. Espero que os desenvolvedores resolvam os atuais entraves para lançarem o quanto antes uma versão mobile, pois assim esse software poderá alcançar uma boa base de usuários nessas plataformas.

Ao final do QtCon, o Akademy teve início na universidade TU Berlin, em um belo e confortável campi. Esta fasse da conferência foi repleta de sessões e discussões técnicas, hacking e diversão.

Eu participei dos BoFs sobre Flatpack, Appstream, e Snapcraft. Houveram avançadas discussões técnicas sobre estes temas. Em todo Akademy fico impressionado com o avançado nível das discussões empreendidas pelos hackers do KDE. Esses caras são foda!

O BoF do Snapcraft foi um tutorial sobre como usar esta tecnologia para criar pacotes crossdistro de software com suas respectivas dependências. Foi muito interessante e gostaria de testar um pouco mais e também dar uma olhada no Flatpak, de forma que eu possa selecionar algum deles parar criar um pacote do Cantor.

Infelizmente perdi o BoF do Kube. Desejo muito um projeto PIM alternativo para o KDE, focado em E-Mail/Contatos/Calendário, e que seja mais econômico em termos de demanda de recursos computacionais. Estou mantendo minha atenção e expectativas nesse projeto.

Nos demais dias basicamente passei meu tempo trabalhando no Cantor e conversando com colegas do KDE de várias partes do mundo sobre diversos tópicos como KDE Edu, melhorias na nossa infraestrutura do Jabber/XMPP, KDE 20 anos, Plasma em computadores pequenos (valeu sebas pelo Odroid-C1+ 😉 ) WikiToLearn (seria interessante uma maneira de importar/exportar planilhas do Cantor do/para WikiToLearn?), e claro, ceveja e comida alemã.

Sobre Berlim? Esta foi minha segunda vez na cidade, e como na primeira fiquei bastante animado com a atmosfera multicultural da cidade, a comida (<3 porco <3), e as cervejas. Ficamos em Kreuzberg, um bairro hipster, onde pudemos visitar diferentes restaurantes e bares mantidos por imigrantes. Os eventos da QtCon+Akademy também foram interessantes, como a celebração da FSFE no c-base e o dia de descanso do Akademy na Ilha do Pavão.

Portanto, gostaria de dizer obrigado ao KDE e.V. por auxiliar na minha participação nos dois eventos, valeu Petra por nos ajudar com o hostel, e obrigado a todos os voluntários pelo trabalho duro que realizaram, fazendo esse Akademy uma verdadeira celebração da comunidade KDE.

photo_2016-10-25_11-54-34

Alguns brasileiros na QtCon/Akademy 2016: KDHelio, Lamarque, Sandro, João, Aracele, Filipe (eu)

Written by Filipe Saraiva

October 29th, 2016 at 3:13 am

Leave a Reply