Mestrado em Ciência da Computação 2022: Metaheurísticas

Estamos ainda com algumas vagas abertas para o Mestrado em Ciência da Computação na UFPA, Belém. Os interessados, favor olhar as instruções para submissão na página de seleção do programa.

Desde meu ingresso no programa venho orientando alunos em diferentes pesquisas sobre inteligência computacional aplicados a problemas de smart grids. Já tivemos trabalhos sobre sistemas multiagentes para o problema de self-healing, sobre aprendizado de máquina para detecção de fraude no consumo energético, sobre sistemas fuzzy para utilização otimizada de geradores fotovoltáicos, e outras estão vindo.

Ainda nesse arco, atualmente tenho orientado alunos no uso de aprendizado por reforço para o problema de operação de redes elétricas. É um tipo de aplicação nova e ainda estamos tateando suas possibilidades, mas há dois alunos trabalhando nela.

Apesar do cenário descrito, gostaria mesmo era de receber candidatos que queiram trabalhar com metaheurísticas para problemas de otimização combinatória – que foi o que estudei na minha graduação e hoje em dia ministro disciplina sobre o tema no programa. Atualmente tenho um aluno que estuda a hibridização de diversas metaheurísticas para o Problema de Roteamento de Veículos, uma parceria com a Loggi.

Algumas das possibilidades em metaheurísticas que gostaria de explorar seria a hibridização de diferentes etapas de métodos, para verificarmos qual o comportamento deles em diferentes problemas combinatoriais. Por exemplo, como seria fazer um operador de crossover em um algoritmo genético que tivesse também uma lista tabu para impedir certos cruzamentos? Isso levaria o método a encontrar melhores soluções?

São ideias assim, de ver as metaheurísticas como blocos montáveis e configuráveis, que gostaria de trabalhar em futuras pesquisas.

(Mas blz, se vc tiver outra proposta, principalmente se for na área de energia, podemos conversar)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.