Filipe Saraiva's blog

Tecnologia, sociedade e política.

De volta a Belém

with one comment

30 anos atrás uma jovem Dêka, cabelos curtíssimos, saía de Belém para passar férias em São Geraldo do Araguaia. A partir dessa viagem, seus dias por Belém se resumiriam apenas a curtas temporadas.

Numa época onde era mais comum aos homens assumirem seus filhos e mulheres, minha mãe saiu de São Geraldo com uma família própria, transformada mãe e esposa, se mudando para o Maranhão e em seguida o Piauí.

Filha de uma família enorme, minha mãe sempre guardou saudades da cidade onde nasceu e cresceu. Belém tornou-se nossa cidade de férias, dias divertidos para nós; para ela, dias de acalmar o coração.

29 anos depois da viagem a São Geraldo me vejo chegando a Belém, de mudança. Sem qualquer intenção ou planejamento, nada próximo de qualquer “desejo morar em Belém algum dia”, fui aprovado em exame da UFPA no rescaldo dos concursos no final do turbulento 2015.

Minha vinda a Belém me fez pensar muito em minha mãe. Era como se, de alguma forma, por meu intermédio, ela voltasse para a cidade onde nasceu, cresceu e amou. Ela deixou a cidade por minha causa, e agora, quase 3 décadas depois, o motivo que a fez retirar-se daqui vem a cidade para morar.

O tempo que passo em Belém é o tempo onde tento descobrir a cidade e minha mãe. Como era a cidade por onde ela caminhou? Como eram as ruas, as lojas? O que ela gostava de fazer? A cada esquina de Belém, me pergunto se minha mãe conhecia aquele lugar. Em que praças deixava seus sentimentos?

O tempo que passo em Belém é o tempo onde tento descobrir a cidade, minha mãe, e eu mesmo.

Written by Filipe Saraiva

Janeiro 12th, 2018 at 11:50 am

Comments with one comment

Posted in Pessoal

Tagged with ,

One Response to “De volta a Belém”

  1. Miguel disse:

    Lindo! Minha mãe também teve uma passagem por aí — só que bem mais breve, e logo depois de formar…

Leave a Reply