LaKademy 2015 – meu sprint do Cantor e outros trabalhos

De 3 à 6 de junho o KDE Brasil voltou à Salvador/Bahia para realizar o KDE Latin America Summit 2015 – ou, usando o nome mais bacana, LaKademy 2015.

Aracele já escreveu sobre como o KDE Brasil teve início. É inevitável não pensar aquilo quando falamos sobre KDE e Bahia ao mesmo tempo. KDE tem colaboradores no Brasil e na América Latina em geral desde muitos e muitos anos atrás (KDHelio está aqui para nos lembrar 😉 ) mas o moderno KDE Brasil, orientado à comunidade, com presença contínua nas principais conferências sobre software livre no Brasil, com diversos desenvolvedores, tradutores, e mais, nasceu na Bahia a partir do trabalho do grupo Live Blue – Sandro e Tomaz. Portanto, viajar à Bahia não é apenas uma jornada ao local de nascimento do Brasil moderno – é também uma viagem ao local de nascimento do moderno KDE Brasil.

Meu principal trabalho no LaKademy 2015 foi terminar o port do Cantor para Qt5/KF5. Eu iniciei essa tarefa no LaKademy anterior, e agora foi o momento de terminá-la. Durante o evento me foquei principalmente na remoção do KDELibs4Support. Durante o sprint abri 5 review requests, um para cada biblioteca removida. Agora estou terminando o mecanismo de carregamento de plugins e o trabalho estará terminado.

Mas esta não foi minha única atividade realizada. Durante o evento tivemos alguns projetores para apresentar palestras e material relacionado com contribuição para software livre. Apresentei o processo de revisão de código para os participantes e como submeter requisições de revisão. Isso foi realmente interessante para os novatos.

“Huumm… vamos compilar esse patch e ver o que acontece.”

Colocar diferentes contribuidores e novatos juntos é um momento interessante para troca de dicas e tirar dúvidas sobre diversos aspectos relacionados com contribuição. É interessante ver as diferentes distribuições Linux utilizadas por cada desenvolvedor, como cada um configura seu ambiente de desenvolvimento, e mais. É também um momento legal para sentar lado a lado com outros desenvolvedores para aprender um pouco mais, ou com os novatos para ensinar algo.

Enquanto trabalhei no port do Cantor, fui auxiliado por Daniela e Alana durante a remoção do KDialog. Outro momento legal foi ver a contribuição do Ícaro, Rodrigo e Fernando, adicionando a funcionalidade para automaticamente aumentar o tamanho das bolas no Kollision – precisamos entregar isso aos usuários!

“O que você acha dessa linha?”

E claro, tivemos um encontro de promo para discutir as atividades do KDE no Brasil para esse ano. Quem quiser ver nossas ações e propostas, basta dar uma olhada no quadro do KDE Brasil no kanboard.

Promo Promo Promo Promo Promo Promo

Agora é o momento de espalhar a mensagem do KDE nos eventos brasileiros de software livre – e esse trabalho já começou semanas atrás durante o FISL.

Finalizando, obrigado Sandro por ter organizado o LaKademy 2015 e por toda sua dedicação ao KDE Brasil. Gostaria de agradecer também a todos que contribuíram com o crowdfunding do LaKademy 2015 e ao KDE e.V. – vocês fizeram o evento acontecer! Obrigado também ao Aleix Pol por revisar minhas contribuições de código! =)

E obrigado Salvador por ser essa cidade maravilhosa e sua culinária espetacular! =D

Somos uma família feliz!

2 comentários em “LaKademy 2015 – meu sprint do Cantor e outros trabalhos”

Deixe uma resposta para Filipe Saraiva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *