SciPy-LA: construindo a comunidade (e a conferência!) latino-americana de Python na ciência

Logo não definitivo baseado na Wiphala, a bandeira dos povos andinos e também uma das bandeiras oficiais da Bolívia

Python é uma linguagem de programação de propósito geral e é interessante que, com o passar do tempo, sua comunidade acabou “se especializando” e criando subcomunidades relacionadas com as diferentes utilizações da linguagem. Portanto, temos hoje o pessoal em torno de aplicações web com Python; utilização de Python como primeira linguagem de programação (Python no ensino de programação); Python para dispositivos embarcados; e outras mais.

Uma de grande destaque é a comunidade de Python voltada à aplicações científicas – que subentende-se também aplicações para engenharias, matemática, estatística, e outras relacionadas com ciência computacional ou computação científica. Essa comunidade, conhecida como SciPy, vem realizando aplicações de Python nesses diferentes campos, desenvolve bibliotecas de funcionalidades comuns a essas aplicações (como a biblioteca e o stack também chamados SciPy), e também realiza conferências científicas sobre Python nesse ambiente (as conferências também são chamadas SciPy).

No Brasil já tivemos algumas trilhas voltadas à aplicações científicas com Python nas conferências PythonBrasil. Já os hermanos argentinos tem experiência em realizar conferências específicas sobre o tema, tendo organizado duas edições da SciPy Con Argentina, uma em 2013 e outra em 2014, e pelas programações é possível imaginar que foram eventos de boa qualidade.

Então eles que resolveram lançar a ideia: por que não uma SciPy Latino-Americana?

Resolvi embarcar e ajudar como posso na realização desse evento. Penso que todos nós temos a ganhar com a integração Latino-Americana, e evidente que um grande evento unificado não inviabiliza outros eventos, mais localizados. Quem sabe reunindo as comunidades de todo o subcontinente conseguiremos fazer um grande evento?

Quem quiser ajudar, entre na lista de e-mails (posts em espanhol, inglês ou português) e vamos discutindo. O local e data sugeridos para o SciPy-LA 2015 seria na última semana de maio de 2015, na cidade de Misiones, Argentina.

10 comentários em “SciPy-LA: construindo a comunidade (e a conferência!) latino-americana de Python na ciência”

  1. É isso ai Filipe! Um projeto bastante interessante, principalmente na questão da integração entre essas diversas comunidades locais. Ótimo post.

    Grande abraço

    1. Com certeza Helder. O lance é reunir quem trabalha com Python, e com certeza o campus da USP São Carlos está cheio deles, cada um escondido em seu laboratório. =)

      Acredito que a movimentação para um evento assim na universidade teria boas e interessantes apresentações.

Deixe uma resposta para Ivan Ogasawara Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *